Viver de Brigadeiro

Brigadeiro-vivendo-de-brigadeiro

Olá queridas leitoras e queridos leitores!

Esse post é direcionado aquelas pessoas empreendedoras, que não tem medo de arriscar.

 Pessoas que querem fazer algo a mais em suas vidas… fazer a diferença!

Os dias atuais estão levando muitas pessoas a buscar uma alternativa de renda extra, ou até mesmo um negócio próprio.

O trabalho formal, de carteira assinada e horários, deixou de ser a única opção para ganhar dinheiro, não somente por conta da crise, mas também porque as pessoas estão descobrindo que a qualidade de vida é mais importante do que a estabilidade de um emprego.

O pequeno empreendedor é capaz de transformar uma pequena oportunidade em um negócio altamente lucrativo e  prazeroso.

Já imaginou transformar brigadeiros em uma fonte de renda???

brigadeiros1-vivendo-de-brigadeiroPois é…se você tem uma panela, um fogão e uma colher já dá para começar.

Não existe nenhum segredo para preparar esse doce tão maravilhoso, que encanta as crianças e os “marmanjos”. 

Comece pela receita básica, pelo simples e vá aprimorando seus doces.  Tenha em mente que começar pequeno, não significa pensar pequeno. 

A vida é um aprendizado e esse é o nosso objetivo: transformar você em um(a) grande empreendedor(a), fazendo e vendendo brigadeiros.

Como falei anteriormente, comece com a receita básica: aquele brigadeiro de chocolate em que usamos apenas o leite condensado, a manteiga e o achocolatado. 

É importante saber dar o ponto da massa, deixar esfriar e enrolar aquelas bolinhas “mágicas” do tamanho certo. 

Todo mundo é capaz de fazer, até as crianças.  Com o tempo você vai aprimorando seus doces, testando novas receitas e buscando novidades. 

Aqui no nosso site você encontrará algumas receitas e poderá transformar o simples brigadeiro em uma explosão de sabores para oferecer aos seus clientes.

Use a sua sensibilidade para testar as receitas e também para criar os seus próprios doces. 

Não se esqueça:  pequenos detalhes fazem uma grande diferença, então INOVE SEMPRE.

E surgem então as duvidas:  onde vender meus brigadeiros?  quanto devo cobrar? qual a melhor forminha usar? 

Não vou te falar que é fácil; nenhum começo é fácil.  Você tem que encontrar seu publico. 

Tem pessoas que possuem facilidade para vender até mesmo nas ruas, oferecendo nos pontos de ônibus, na porta de escolas, empresas, restaurantes.

Você pode tentar junto a sua comunidade mesmo, oferecendo aos amigos da igreja, da faculdade, aos coleguinhas da escola do seu filho, no salão de beleza, até mesmo na academia. 

O importante é que as pessoas conheçam o gostinho do seu doce e a propaganda vai de boca em boca. 

Você pode escolher trabalhar sob encomenda, fazendo doces para festas e eventos,  para pequenas confeitarias e supermercados. 

vivendo-de-brigadeiroOutra opção é oferecer os brigadeiros em Kits com pequenas porções, usando embalagens decoradas, que as pessoas possam até oferecer como presentes. 

Lembre-se que a apresentação do seu trabalho também é muito importante.

Vou contar rapidamente a historia do árbitro João Ricci, que vendeu brigadeiros nas ruas de Brasilia.

 João precisava juntar R$15 mil pra pagar uma viagem a Espanha para assistir a um campeonato mundial de basquete e aprimorar sua experiência profissional. 

Em três meses, trabalhando 4 dias por semana, conseguiu juntar R$9 mil.  Você pode ler a matéria desta história AQUI.  

E você, qual projeto quer para sua vida? 

Pense nesse projeto como uma chance de ganhos financeiros, trabalhando com prazer e ainda agregando qualidade de vida para você e para sua família. 

Para concluir, gostaria de super indicar os seguintes cursos: Brigadeiro Gourmet , Bolos no Pote , Cupcake Avançado e Bombons, Trufas e Delícias de Páscoa

Trabalhar por conta propria e em casa é uma oportunidade viável para mudar a sua vida.

2 Comentários


  1. Quero iniciar meu próprio negócio e sei que tudo que aprender aqui será importantíssimo para meu negócio.

    Responder

  2. achei o que eu estava procurando,o conteúdo é de primeira, aprendi muito com o ensinamentos desse artigo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *